os encalhados não são os solteiros

Encalhados não são os solteiros, mas aqueles que estão presos a relações infelizes.

As pessoas têm tanto medo da solidão que andam sozinhas aos pares. Muitas vezes chegam ao ridículo de aceitar uma relação completamente vazia e desgastante só porque “já perderam muito tempo com ela”, só porque “já não vão a tempo de começar de novo”, ou então têm demasiada preguiça para o fazer.

É precisamente esse medo da solidão que faz as pessoas entrarem em relações que não são para elas. Saem de um buraco e entram logo noutro. Muitas vezes impelidas pela pressão da sociedade, da família ou das amizades que têm todas um companheiro ou companheira. E, sabes uma coisa? Infelizmente a grande maioria não está sequer feliz nesses relacionamentos. Mas acreditam, inocentemente, que estão melhor que tu, que não tem ninguém.

Não vás na cantiga. Os encalhados não são os solteiros, muito pelo contrário, se há alguém que é livre são os solteiros. Na verdade, o facto de alguém não conseguir estar solteiro, ou descomprometido, pode muito bem significar uma profunda falta de confiança e amor-próprio, levando-os a precisar sempre de uma pessoa que veem como uma espécie de muleta para disfarçar a falta que sentem deles mesmos.

Se estás solteiro, e te sentes bem assim, esse é o primeiro passo para entrares de uma forma saudável numa futura relação, pois irás entrar de uma forma inteira e não de uma forma incompleta que te levaria a desenvolver com essa pessoa uma relação de apego (dependência) e não de amor (liberdade).

E quando for para “encalhar” a sério que seja com alguém que valha a pena e durante o tempo enquanto valer a pena.