um dia vais voltar e eu já não vou estar aqui

Vais e vens como se não fosse nada contigo. Vais e vens quando te apetece e sou eu quem espera. Sou eu que não sigo em frente porque estou sempre na expectativa de (mais) um regresso teu. Vais e vens como se carregasses em ti uma certeza de teres um par de braços sempre abertos para te receberem.

Mas sabes uma coisa? Um dia vais voltar e ver que eu já não estou aqui. Um dia vais voltar e ver que eu já refiz a minha vida ao lado de alguém que escolheu estar e ficar por saber que também era estar e ficar a minha grande vontade.

Um dia vais voltar e ver que eu encontrei um novo amor. Um dia vais voltar e vais-te surpreender ao perceber que, vê lá tu, eu já não sentirei a tua falta. Um dia vais voltar e ver que eu já não preciso de ti e que nós já não fazemos mais sentido.

Um dia vais bater à porta e ver que não está ninguém do lado de dentro para a abrir.

Nota: o lançamento do meu novo livro Dá-me um dia para mudar a tua vida acontece esta segunda-feira, dia 9 de abril, na Fnac do Colombo, em Lisboa, a partir das 18h30. Vens?

Texto de Raul Minh’alma

Imagem de Daniel Garcia