as desilusões criam-nos defesas

O corpo e a alma não funcionam assim de uma maneira tão diferente.

Quando fazemos exercício fisico os músculos crescem como uma resposta biológica ao esforço. Para que o corpo se torne mais capaz de suportar o esforço a que está constantemente sujeito. Com a alma a mesma coisa. Quando ela é sujeita à desilusão e à dor, ela endurece, cria defesas e as dores seguintes serão mais fáceis de suportar. Tal como à medida que o músculo cresce os pesos tornam-se mais fáceis de carregar.

Não olhes, por isso, para as desilusões e os percalços no caminho como uma tentativa de a vida te deitar abaixo. Olha como um estímulo que ela te dá para cresceres e te tornares ainda mais forte.

Texto de Raul Minh’alma

Imagem de Kristopher Roller