pessoas provisórias

Talvez existam mesmo pessoas que não foram feitas para ficar. Pessoas provisórias, que entram na nossa vida com uma missão e vão da nossa vida quando a tiverem cumprida.

Talvez existam mesmo pessoas que tudo o que têm a fazer é abrirem-nos os olhos. É mostrarem-nos aquilo que não queremos e não merecemos o quanto antes para que possamos aproveitar melhor a nossa passagem no mundo.

Talvez existam pessoas cujo único propósito é ensinar. Através da dor, do desamor e da desilusão, mas acima de tudo ensinar. À maneira delas.

Gosto de acreditar assim. Que tudo tem uma razão, que tudo tem um sentido e apenas eu é que não o consigo ver pelas lágrimas em fila de espera que tenho nos olhos.

No fundo a vida é isto mesmo, passarmos na vida uns dos outros para nos melhorarmos uns aos outros. Algum dia a passagem há de ser tão demorada que havemos de morrer primeiro. Isto, dizem, chama-se um para sempre.

Texto de Raul Minh’alma

Imagem de Bobbo Sintes