não é só contigo

Porque dramatizas tanto, achando tu que aquilo que de mal te acontece só acontece a ti, quando na verdade há tantas pessoas no mesmo barco que tu?

Já sei que não queres saber da vida dos outros e não é por saberes que os outros estão tão mal como tu que te vais sentir melhor por isso, mas talvez seja bom tirares essa ideia de que as coisas más só te acontecem a ti.

Não és a única pessoa que sofre de amor, que teve uma desilusão, que amou sem ser amada, que quis, mas não quiseram de volta e que lutou mais do que aquilo que devia e mesmo assim não venceu.

Não és a única pessoa que teve de começar de novo em algum momento, que teve de esquecer alguém em algum momento e que confiou em quem não era de confiança.

Desculpa informar-te se não és assim tão especial. E sabes que mais? Ainda bem.

Texto de Raul Minh’alma

Imagem de Ronaldo Oliveira